A Terapia Ocupacional (T.O) é uma profissão da área da saúde, educação e social com atenção dirigida para as atividades humanas. Sua intervenção compreende avaliar o paciente buscando identificar alterações nas suas funções práxicas, considerando sua faixa etária ou desenvolvimento da sua formação pessoal, familiar e social. O princípio que rege a profissão é o de que a vida é atividade, sendo assim utiliza a Atividade Humana pré – analisada e selecionada. A Terapia Ocupacional reconhece que saúde significa não somente a ausência de doença, mas também o bem-estar biopsicossocial. Os serviços deste profissional é necessário quando existe disfunção ou risco de disfunção ocupacional em qualquer fase da vida da pessoa. Este atendimento é indicado para melhorar o desempenho funcional do indivíduo, prevenir incapacidades e atraso de desenvolvimento.

Segundo a Resolução 316/2006 do Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (COFFITO) é competência exclusiva do Terapeuta Ocupacional, no âmbito de sua atuação, avaliar as habilidades funcionais do indivíduo, elaborar a programação terapêutico-ocupacional e executar o treinamento das funções para o desenvolvimento das capacidades de desempenho das Atividades de Vida Diária (AVDs) e Atividades Instrumentais de Vida Diária (AIVDs) para as áreas comprometidas no desempenho ocupacional e, compete ao Terapeuta Ocupacional o uso da Tecnologia Assistiva nas áreas de desempenho ocupacional.

A atuação da Terapia Ocupacional na APAE de Florianópolis objetiva:

– manter e/ou melhorar os componentes de desempenho (sensório-motores, cognitivos, habilidades psicossociais e componentes psicológicos), visando promover maior independência e autonomia nas áreas de desempenho ocupacional (AVDs, AIVDs, trabalho e lazer);

– indicação e confecção de recursos de tecnologia assistiva, como adaptações de materiais, mobiliários e utensílios;

– prescrição de cadeiras de rodas; avaliação e confecção de órteses de membros superiores;

– Intervenções nos Distúrbios de Processamento Sensorial;

– Acompanhamento e orientações terapêuticas ocupacionais aos pais e professores;