blog_27_07_03

Deficiência Intelectual, Direitos Sociais e o Trabalho do Assistente Social

No que se refere à pessoa com deficiência, encontra-se um conjunto de leis, mas ainda se faz necessário a criação de políticas públicas e estratégias que garantam o acesso e sua real efetivação.

Em 2015, a partir da consolidação do Estatuto da Pessoa com Deficiência (Lei nº 13.146/2015), os direitos humanos desse segmento populacional ganharam maior visibilidade. A Lei abrange e aborda todos os pontos da vida cotidiana da pessoa com deficiência, o que dá significativo avanço ao processo de inclusão em todos os espaços.

Além dos direitos inerentes a todos os cidadãos brasileiros, existem benefícios que são direcionados à pessoa com deficiência, segue alguns exemplos:

blog_27_07_01

  • Isenção de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), na compra de automóveis 0 km;
  • Gratuidade no transporte coletivo (Municipal/Intermunicipal/Interestadual);
  • Recebimento do Benefício de Prestação Continuada (LOAS);
  • Isenção do serviço militar;
  • Acesso à educação pública e gratuita.

 

É importante ressaltar que para o acesso a alguns benefícios existem critérios específicos para a elegibilidade.

Para maiores esclarecimentos consulte o link abaixo:

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2015/Lei/L13146.htm

 

A atuação do Assistente Social na APAE de Florianópolis está voltada ao atendimento às pessoas com deficiência e/ou transtorno do espectro autista e suas famílias, com abordagem nas áreas da Assistência Social, Educação e Saúde; a fim de contribuir para o acesso aos programas, projetos e demais políticas públicas existentes na Rede Socioassistencial.

blog_27_07_02

A identificação das famílias com o setor do Serviço Social faz com que as mais diferentes demandas nos sejam trazidas, desta forma é de suma importância a escuta qualificada e o acolhimento. A partir disto são realizados os encaminhamentos necessários, tanto externos como para os demais profissionais da equipe multidisciplinar. O assistente social tem como objetivo no trabalho na APAE estreitar as relações família-instituição cada vez mais, entendendo que o usuário não é um ser dissociado da família ou comunidade.

A ação do Serviço Social possibilita o empoderamento das famílias e usuários através de atendimentos socioeducativos e autodefensoria. É papel fundamental do assistente social conscientizar as famílias e a sociedade que a pessoa com deficiência intelectual tem direitos e deveres como todo cidadão brasileiro.

 

Assistentes Sociais:

Alexandra Silva

Heloisa Cristina Ferraz de Oliveira

Sabrina de Almeida

Vanessa da Silva Palomeque

13775441_1767730326796009_9025551443026948393_n

Participe do evento de lançamento da campanha Todos podem ajudar!

Juntos somos mais fortes!

 

Se cada um fizer a sua parte, nossa corrente fica muito maior!

 

Acreditamos que todos podem ajudar. Já pensou se todos doassem apenas 1 real?

 

Um gesto simples que pode fazer a diferença na vida de mais de 500 crianças.

 

Abra seu coração e faça parte dessa causa de amor!

 

Participe do evento de lançamento da campanha Todos Podem Ajudar

Vai ser dia 25 de julho de 2016

No Cine Espaço (Piso L4) do Beiramar Shopping

Endereço: Rua Bocaúva, 2468 – Centro Florianópolis.

 

Sua presença é muito importante na vida daqueles que usufruem da APAE.

 

Esperamos você!

blog_apae_terapia

VOCÊ SABE O QUE É TERAPIA OCUPACIONAL?

A Terapia Ocupacional (T.O) é uma profissão da área da saúde, educação e social com atenção dirigida para as atividades humanas. Sua intervenção compreende avaliar o paciente buscando identificar alterações nas suas funções práxicas, considerando sua faixa etária ou desenvolvimento da sua formação pessoal, familiar e social. O princípio que rege a profissão é o de que a vida é atividade, sendo assim utiliza a Atividade Humana pré – analisada e selecionada. A Terapia Ocupacional reconhece que saúde significa não somente a ausência de doença, mas também o bem-estar biopsicossocial. Os serviços deste profissional é necessário quando existe disfunção ou risco de disfunção ocupacional em qualquer fase da vida da pessoa. Este atendimento é indicado para melhorar o desempenho funcional do indivíduo, prevenir incapacidades e atraso de desenvolvimento.

Segundo a Resolução 316/2006 do Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (COFFITO) é competência exclusiva do Terapeuta Ocupacional, no âmbito de sua atuação, avaliar as habilidades funcionais do indivíduo, elaborar a programação terapêutico-ocupacional e executar o treinamento das funções para o desenvolvimento das capacidades de desempenho das Atividades de Vida Diária (AVDs) e Atividades Instrumentais de Vida Diária (AIVDs) para as áreas comprometidas no desempenho ocupacional e, compete ao Terapeuta Ocupacional o uso da Tecnologia Assistiva nas áreas de desempenho ocupacional.

A atuação da Terapia Ocupacional na APAE de Florianópolis objetiva:

– manter e/ou melhorar os componentes de desempenho (sensório-motores, cognitivos, habilidades psicossociais e componentes psicológicos), visando promover maior independência e autonomia nas áreas de desempenho ocupacional (AVDs, AIVDs, trabalho e lazer);

– indicação e confecção de recursos de tecnologia assistiva, como adaptações de materiais, mobiliários e utensílios;

– prescrição de cadeiras de rodas; avaliação e confecção de órteses de membros superiores;

– Intervenções nos Distúrbios de Processamento Sensorial;

– Acompanhamento e orientações terapêuticas ocupacionais aos pais e professores;